quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Do respeito e da Didática com o Outro - texto da Dançarina da Lua

Um texto que eu achei muito legal, sobre contar nossos mitos para outras pessoas e como isso explica nossas crenças. É da Dançarina da Lua e foi postado do Pan Dea.

O link segue aí ao lado, parte da nossa seção "Nós recomendamos"... ;)

2 comentários:

Leo Carioca disse...

Eu li o texto que vocês indicaram aqui e devo dizer que a questão da nomenclatura envolve uma das situações que se percebe mesmo com mais frequência... Quando alguém se apresenta a uma pessoa não-pagã dizendo logo de cara ´´Eu sou um(a) bruxo(a)``, a gente vê 2 reações básicas: ou a pessoa pensa que você tá brincando, ou fica com algum tipo de receio de se aproximar de você, né?
Acho que explicar o que é um bruxo pra depois usar a palavra ´´bruxo`` pra se autodefinir é uma ótima idéia. Às vezes até pra conseguir manter um diálogo com alguém né?

Pietra disse...

Sabe, Léo... essa coisa de nome está ligada diretamente com conceitos, ou seja, qdo a gente conceitualiza a bruxa como uma coisa legal, outros entendem o que a gente não vê...

Aí mora o perigo, pq se o diálogo entre os conceitos acontece de modo surdo, confusões e brigas imensas se estabelecem.

Não acho que todo mundo tem de entender o que somos ou o que fazemos, mas se não dialogam conosco, fiquem em silêncio, respeitem. Não vamos em salão de Testemunhas de Jeová dizer se o q fazem é uma coisa que agrada ou desagrada aos nossos Deuses.

Proselitismo dos dois lados é mt chato, não é?