quinta-feira, 1 de novembro de 2007

A cozinha da Rue a gente

Usando a cara-de-pau que a faculdade de jornalismo me deu, mandei um e-mail para a Rue, dona do site Rue's Kitchen.

Achei que ela não iria me responder, que seria mais uma mensagem perdida na caixa de alguém que eu conheço só de ler o site e as postagens no fórum Stregoneria Italiana. Mas não! A Rue me respondeu, deu sua autorização para traduzir o material do site e, ainda por cima, elogiou o nosso blog, dizendo que a forma de entender a stregheria que relatamos aqui é bem parecida com a dela.

E para inaugurar a autorização super legal da Rue, coloco um trecho de um texto dela que eu traduzi chamado "Rue's Though About Benedica and Stregoneria". Em português, o título seria algo como "Idéias da Rue Sobre Benzimento e Bruxaria".

"A melhor definição para minha prática é Magia Popular Italiana [no original: Italian folk healing/magic]. Eu não entendo o termo stregheria em um contexto religioso. O que eu pratico pode ser definido como stregoneria, que significa magia, feitiçaria, magia popular. Eu não sou wiccana. Wicca é uma religião. Stregoneria, não.

Para aqueles que ainda são céticos, magia é real. Os “feitiços” tecem uma tapeçaria em outro plano de existência e fazem com que a sua vontade retorne para morder seu traseiro se você não for cuidadoso, ou se for egoísta e irresponsável. Você conseguirá exatamente o que pediu. Mamãe e papai não estarão lá para corrigir seu feitiço, caso não seja bem isso o que você quis dizer.

Magia popular italiana é um jeito de viver. Você não tem que nascer em uma família de bruxos, você pode ser o único bruxo da sua família. Você não tem que ser iniciado em uma organização, não existe organização. Você está sozinho, a não ser que exista um praticante mais experiente para te colocar embaixo de suas asas. (...)"

Em breve, pretendo trazer mais coisas por aqui!

Thanks, Rue! ;)

4 comentários:

Iony disse...

"Você não tem que nascer em uma família de bruxos, você pode ser o único bruxo da sua família." Adorei essa parte!parece q tem umas pessoas q adora aparecer falando q é bruxa, q sua mae, vou ou sei lá qme só pq fazia umas benzeduras tb era....Nós somos o que somos! E adreoi essa autorização! CHique vcs heim?

Pietra disse...

Ah, darling... como diz meu pai, o lance não é ter dinheiro, é ter crédito... pelo jeito, estamos fazendo uma carteira de crédito por ai, hahahaha

Mas uma coisa é verdadeira... Bruxaria não precisa rolar no sangue, se rola na boa-vontade, no estudo e na paciência...

Somos o que somos e nessas horas penso que precisamos agradecer pelo que somos... =)

Rue disse...

Obrigado. ;)

Trio disse...

Que maximo..... adorei, parabéns para voces. Estão sempre abrindo espaço para todos e isso é uma maravilha. Beijos para as 3.