segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Praticidades e praticalidades do nosso culto

Estava pensando esses dias... depois de fazer com as amigas uma "batida de cascos", fiquei olhando para aquilo e me lembrando de mts ritos e rituais que já fiz.

E todos tem uma coisa seriamente em comum: sempre acontecem como se fosse uma festa. Com roupas especiais, maquiagem, preparação de altar, comidas, oferedas... Tudo planejado para ser uma união entre o terreno e o divino. Um momento no qual as chamas internas crescem e somos tomadas pelo fogo dos nossos Deuses.

Porém, na louca vida paulistinha, paulistana, paulista-sul-sancaetanense, nem sempre podemos fazer as grandes festas que nossos Deuses e Ancestrais merecem. Tem dias que a Lua Cheia cai em plena quinta-feira de rodízio. Para mim, é aqui que entra a praticidade do nosso culto.

Sim, pq nem sempre uma magia pode esperar a próxima lua cheia... O que se faz?

Senta-se na cozinha e faz- se um chá, uma oração, uma oferenda.

E por que isso funciona como as festas?

Porque nas festas fazemos nosso contato e com as pequenas homenagens e bênçãos que fazemos e carregamos em nosso dia a dia, tenho a impressão que os Deuses passam a nos olhar com boa-vontade.

Servir aos Deuses, fazer uma homenagem digna da grandeza Deles, nos ajuda a entender a Natureza Deles e assim, ganhamos em confiança... nos tornamos efetivamente seus filhos.

Orações, ofertas de incenso, chás e ervas... rezas e a bendição de Seus nomes... é assim que com o tempo e a sinceridade dos nossos corações, os Nossos Deuses nos ouvem, nos sorriem e, algumas vezes, literalmente, nos tocam =)

3 comentários:

DarkWill Shadowdance disse...

Hi Pi,amei seu texto,tava pensando nisso este Mês!!!!
Nós nem sempre temos tempo ou como fazer Grandes Rituais com td "certinho e formal",Nossos Deuses Sabem que nós temos trabalho,facul.,filhos, e etc.
E que imprevistos ocorrem e nem sempre podemos realizar aquele Festival de Nossa Deidade Preferida ou aquele ritual de Lua Cheia(ou Nova),Eles Se Manifestam no nosso dia-a-dia,num trânsito,liquidação de loja,enfim até numa faculdade católica(eheheheh),Eles sempre Estão Presentes em nossos corações,ao nosso redor e na Natureza !!!
Vejo tanta eficácia num Grande rito quanto numa simples meditação,oferenda,ritual espontanêo de última hora,orações e etc.
O que realmente importa é o nosso Amor,Respeito e Devoção à Eles ,o resto são legais,importantes mas são secundários perante o Essencial!!
Bençãos de Afrodite e Apolo,de Ariadne e Dionísio,e de Todos Antigos p/ ti Pietra e suas lindas irmãzinhas!!!!
Abençoadas sejam!!!!

Pietra disse...

Darling, é exatamente esse meu ponto...
Não deixar as coisas passarem em branco SEMPRE... É preciso sim abrir-se para um compromisso com os nossos Deuses. Não estou dizendo que toda lua cheia precisa de um ritual de arromba, mas que pelo menos, uma vez por ano, ou por semestre, enfim, que se faça uma festa, um rito a altura de nossos amados divinos.

Sem esse compromisso, não tenho certeza se Eles se dispõem a nós, pois eu não me disponho a quem não demonstra que gosta de mim, entende?

Acho que as pequenas meditações, velas, incensos e bênçãos seriam como ligações que fazemos no meio da semana, do tipo "oi, me lembro de vc... espero que vc esteja bem" e coisas assim... afinal, não adianta tb festança sem o carinho e a lembrança diária...

Servir aos Deuses é trabalhoso, exige compromisso, mas é recompensador, pois Os conhecendo, nos conhecemos melhor!

Raven disse...

Pois é... eu tenho pensado muito nisso, também. Na coisa não do "ritualizar", mas do "servir".

Desde que tive uma conversa com Dionísio, uma coisa de ser da tribo e honrar sua divindade como ela merece, eu tenho pensado na importância que o trabalho para os deuses e com os deuses tem. Não é só o rito bonitinho, mas o trabalho braçal mesmo... fazer comida, cuidar das plantas, limpar o altar, esfregar o chão...

Tá, não dá pra fazer isso toda semana... mas dispensar uns dias no mês para trabalhar e celebrar as divindades têm se tornado algo necessário pra mim...

Será que é porque Deméter é uma divindade ligada ao trabalho...? rs

beijos...