quinta-feira, 31 de maio de 2007

Uma maçã para Nêmesis


Nêmesis é a deusa grega da ética. Filha de Nix (a Noite), ela cuidava de abater toda desmesura, ou seja, todos os excessos.


Os romanos trouxeram um aspecto da deusa, interpretando-o como "indignação frente a vantagem desmerecida". O poeta Mesomedes escreveu um hino a Nêmesis no início do século 2 DC, no qual ele a chama da seguinte forma: Nêmesis, a harmonizadora alada da vida, deusa de face escura, filha da Justiça.


Em alguns estudos que fiz, descobri que uma das formas dos ítalos se protegerem do mal olhado ou da má vontade alheia é oferecendo preces à Nêmesis. Talvez por todas essas idéias entre gregos e romanos, Nêmesis se tornou uma das protetoras contra o mal olhado. Então, para ela nesse fim, entrega-se incenso, velas e maçãs.


Eu, como descendente de italianos, tenho uma forte crença em mallocchio. Aliás, toda a minha família tem questões contra os "encantados" e o mal que podem causar, algumas vezes até, sem saber. Quando eu era bebê, meu pai aprendeu a benzer contra o quebranto... eu sei como é esse sentimento ruim... então que fique longe.


Bom, a ceifa da Morte foi meu trampolim e coisas mt gostosas estão se estruturando. Então, para a Fênix que está saindo das cinzas, maçãs para Nêmesis e um pouco de paciência para que as coisas se concretizem num nascimento feliz e puro!

Um comentário:

Raven disse...

Pensei muito nela ontem. Acho que vou oferecer uma maçã pra ela nessa Lua Azul...