quarta-feira, 25 de julho de 2007

Silêncio e Lua Cheia

Todo dia entro nesse blog para ver o quanto a Lua está cheia (no momento que escrevo, ela está em 80%). Sou obrigada a fazer isso desde que esqueci onde guardei minha agenda, que tem as Luas certas. Também entro no blog da Pietra, porque sei que ela coloca a Lua e suas influências astrológicas todo mês.

Espero a mudança das luas com uma certa ansiedade. Principalmente em tempos de ansiedade permanente, como os da semana passada: pouco sono, muito pensamento, preocupação em demasia - sabe como é, coisa de virginiana prestes a embarcar no Inferno Astral e influenciada pelo arcano IX.

Mas aí a Lua Nova passou, a Crescente foi inflando com a luz refletida do Sol e eu fui melhorando. Com a ajuda dos calmantes (fitoterápicos), essa Deusa de muitos rostos parou de me mandar insônia e entrou em acordo com Morpheus.

Falando assim, parece loucura. Ou como dizemos: "se a gente começar a falar tudo o que acontece, iam dizer que somos esquizofrênicas"...

Essa frase faz com que eu pense na música do Depeche Mode, "Enjoy the Silence", que diz que sentimentos são intensos, mas palavras são triviais. (feelings are intense/words are trivial).

Ultimamente - nada... sempre foi assim! -, eu não falo com a Lua. Eu penso Nela. "Words are very unecessary" (DM de novo...) quando estabelecemos esse tipo de conexão. É como quando temos um relacionamento muito próximo de alguém: você não precisa falar, não precisa ficar constrangido com o silêncio. Ela vai enteder, vai saber, vai ouvir esse silêncio e saber o que ele significa.

Espero dia 29, Lua Cheia em Aquário, para silencar de novo diante Dela e deixar que venha mais uma carta...

2 comentários:

Pietra disse...

A Lua é como uma Ancestral, tanto de prática como física, pois ela é como nossa avozinha, que acompanha a nossa vida...

Ela entende qdo olhamos para Ela e simplesmente sorrimos e/ ou mandamos beijinhos.

A Lua é uma testemunha no céu de nossas próprias mudanças...
Mas estou esperando o que vem em seguida...

E Inês, agora vc entra na sua casa 12 do mapa... logo, logo vamos ter bolo e brigadeiro! Eba!!

Kytanna disse...

A Lua é minha confidente e com ela tb que urro meus desabafos, choro no silêncio, eu não preciso falar em alto e bom som, sei que ela ouve e compreende as minhas palavras silenciosas tb. Essa Lua que passou foi a Lua doida, Lua de colocar os pés no chão, Lua sábia que por mais que possa doer, sempre ensina.