sexta-feira, 22 de junho de 2007

Dio, Mano Cornuto e Heavy Metal


Ronnie James Dio é um headbanger, ou seja, literalmente, um cara que balança a cabeça. Na gíria, headbanger significa uma pessoas que gosta de Heavy Metal, um tipo de rock que surgiu na década de 1980 baseado em bandas como Led Zepellin e Black Sabbath, banda da qual Dio foi vocalista depois que Ozzy Ousborne largou para seguir sua carreira solo.

Além de headbanger, e de ser um dos principais vocalistas do metal, Dio foi o responsável por popularizar seu símbolo mais característico: o gesto de dois chifres, formado quando se levanta o dedo indicador e o dedo mindinho. Para muitos (fãs, inclusive), é o símbolo do demônio.

Mas segundo depoimento do vocalista no documentário "Metal: A Headbanger Journey" (literalmente, "Metal: A Jornada de um Headbanger"), ele aprendeu esse símbolo com suas avós italianas. "Elas usavam o tempo todo para afastar o mallocchio (olho gordo), ou para mandá-lo de volta", explica.

Esse símbolo é, na verdade, o Mano Cornuto, ou Mani Cornuti. Ele realmente representa chifres, mas não o do demônio. Os chifres são símbolos ancestrais de virilidade e de conexão com a Natureza, usados ao longo dos anos e para representar Baco, Pã, Fauno, o Deus Cornífero dos wiccanos e outros Deuses relacionados à vida selvagem ao instinto animal.

Ele também serviria para "espetar" o olho mal, fazendo com que perdesse sua força. É mais ou menos a mesma coisa da figa para os brasileiros.

Dio admite que não inventou o símbolo, mas acha que o aperfeiçoou. Como os fãs gostaram, foi adotado e hoje, em qualquer showzinho de banda de garagem, tem sempre um cara fazendo o Mano Cornuto.

Mais sobre o Dio na Wikipedia.
Mais sobre o Mano Cornuto na Alt Religion (em inglês).
Site oficial do documentário Metal: A Headbanger Journey

3 comentários:

Kytanna disse...

Uia! Quem disse que o Metal não é cultura!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Pois é, eu quando garota, se fizesse um gesto desse com as mãos, minha mãe ficava louca, falando que era coisa do demo e por isso que "aquelas loucuras" que eu escutava eram coisas do demo, não era música...rs.

Oia o tal paganismo em nossas vidas a muito mais tempo do que imaginávamos. :)

Beijocas Enluaradas

Dançarina da Lua disse...

Menina, o mano cornuto tava la num capitulo de Roma!Lembrei de vcs na hora!!!Eu pensei: olha a mano aí geeente!!!Foi na cena da filha do Lucius Verenus, lembram?

Bjocas

Raven disse...

Eu lembro! Pensei a mesmíssima coisa! kkkk

beijos