domingo, 26 de agosto de 2007

Lararium 4

Não reparem nos porta-velas horríveis. Eu estou para comprar novos. Mas na limpeza do altar dessa semana eu os substitui por pedra, que são mais bonitas e mais fáceis de limpar. Elas ficam na frente de Ares e Deméter, meus pais divinos e figuras centrais de meu altar.
A volta desses dois Deuses, tenho duas Serpentes, uma imagem da Deusa Serpente (identificada como Cibele), Perséfone, Ártemis Efesina (cultuada em Éfeso), uma maçã para Nêmesis e recentemente foi acrescentada uma imagem de Aphrodite.

Tenho os símbolos dos meus pais: trigo, grãos e uma cornucópia de Deméter e uma foice (de verdade), que representa ambas as divindades. Tenho os quatro elementos - terra onde ficam as oferendas de ervas e flores, água onde fica um copo com água potável e conchas, ar com os incesários e os oráculos e fogo.

O fogo é a parte dedicada aos meus ancestrais. É onde acendo a chama de Héstia, do Lar, da proteção familiar. É o fogo de Héstia que me liga aos meus ancestrais e ao meu sangue. Antes de chamar qualquer divindade, eu chamo por Héstia e pelos meus ancestrais na frente de seu fogo. Esse elemento é representado apenas pelo pequeno caldeirão onde ele é aceso.
No mesmo altar tenho ainda objetos que me lembram meus ancestrais, como um rosário que veio de Portugal, um broche que era da minha tia-avó, uma coruja que ganhei da minha tia e algumas ervas.
Mais fotos em La Céleste Praline.

4 comentários:

Anônimo disse...

Adorei sua Deusa Serpente...não sei pq me identifico mto com as serpentes...

Pietra disse...

Absoluto, amiga!!! Parabéns, Trigo!!

Kytanna disse...

Muito legal, gostei tb do lance de serpentes, eu as adoro! Cada um aprendendo com o altar dos outros, isso é bem legal!

Beijocas enluaradas

Filhote de Lua disse...

seu altar é muito bacana... eu gosto da maneira como vc colocou as coisas, é um altar aconchegante...